×
Paulo Eduardo Nunes Campelo - Doctoralia.com.br

Blog

A principal dor da obesidade: o preconceito.

Muitos não sabem a gravidade desse problema, mas o preconceito contra a obesidade compromete a saúde de pessoas acima do peso e dificulta o acesso a medicamentos e tratamentos.
 
No Brasil, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados em 21 de outubro de 2020, demonstraram que o percentual de brasileiros com mais de 20 anos considerados obesos mais que dobrou entre 2003 e 2019, passando de 12,2% para 26,8%, sendo essa uma informação muito preocupante.
 
Além das doenças associadas à obesidade, como o diabetes e a hipertensão, essas pessoas enfrentam grave estigma social.
 
Um artigo científico publicado pela Nature Medicine, assinado por mais de 100 instituições de todo o mundo, constatou que o preconceito contra a obesidade compromete a saúde, dificulta o acesso de pessoas acima do peso ao mercado de trabalho e a tratamentos adequados, afeta suas relações sociais e a saúde mental dos pacientes.
 
Dados desta revisão apontam que entre os adultos obesos, cerca de 19% a 42% sofrem com a discriminação. A taxa é maior, principalmente, entre as mulheres e naqueles em que o Índice de Massa Corporal (IMC) são maiores.
 
Os efeitos do estigma social é muito preocupante entre as crianças:
Estudos demonstraram que crianças e adolescentes com sobrepeso ou obesidade vítimas de bullying são significativamente mais propensos a sofrer com ansiedade, baixa autoestima, estresse, isolamento, compulsão alimentar e depressão se comparado com adolescentes magros.
 
A gordofobia está associada a sintomas depressivos, altos índices de ansiedade, baixa autoestima, isolamento social, estresse, uso de drogas e compulsão alimentar. Essa perseguição faz com que os obesos se sintam culpados. Alguns terminam adotando para si o mesmo preconceito que sofrem de outras pessoas, iniciando um ciclo de vergonha e desânimo.
 
O paciente com obesidade precisa ter ajuda profissional especializada, por isso o tratamento envolve uma equipe multidisciplinar para ajudar em cada aspecto da vida do paciente. O apoio de amigos e familiares também é fundamental na luta contra a obesidade.