Dr. Paulo Campelo coordena encontro sobre cirurgia metabólica

Desde dezembro de 2017, a cirurgia metabólica foi reconhecida como um tratamento para pacientes com diabetes tipo 2 pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). O procedimento deve ser indicado por dois médicos especialistas em endocrinologia para pacientes refratários ao tratamento clínico.

A cirurgia metabólica é permitida para pacientes com Índice de Massa Corporal (IMC) entre 30 kg/m2 e 34,9 kg/m2, a primeira faixa para obesidade (grau I), e que tenha apresentado resistência ao tratamento clínico padrão para o diabetes tipo II, idade mínima de 30 e máxima de 70 anos, diabéticos com menos de 10 anos de doença e que não tenham contra-indicações ao procedimento cirúrgico.

A resolução se deu devido ao fato de que a diabetes tipo 2 está muito associada à obesidade, doença que deve atingir mais de 23 milhões de brasileiros até 2040.

Cirurgia metabólica em Fortaleza

No dia 31 de janeiro, a cidade de Fortaleza receberá o “Encontro de Especialistas em Endocrinologia e Cirurgia Bariátrica”, que será realizado às 19h30, no Restaurante Cabaña Del Primo. Esta será a primeira edição do evento junto à Sociedade Brasileira de Cirurgia Minimamente Invasiva e Robótica (Sobracil-CE), que será realizada em parceria à Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia e coordenada pelo Dr. Paulo Campelo, presidente da Sobracil-CE. O principal objetivo do encontro, restrito para médicos, é discutir as técnicas, procedimentos e resultados da cirurgia metabólica para diabetes tipo 2.

Durante o dia, serão realizadas duas cirurgias bariátricas e, à noite, será compartilhada com os presentes a visão de dois campos da medicina no cerne da cirurgia metabólica. Representando a endocrinologia, o encontro contará com as falas das doutoras Rebeca Pinheiro e Cláudia Peter; do lado da cirurgia bariátrica, o Dr. Giulliano Campelo, emprestará seus conhecimentos.

"Com esse encontro, esperamos esclarecer dúvidas sobre a cirurgia metabólica e mostrar as visões dos dois campos da medicina envolvidos no procedimento", comenta Dr. Paulo Campelo.